Rua Apinagés, 1861, Sumaré – São Paulo/SP

Borobudur – Depoimentos

Em fevereiro de 2014 fui novamente à Borobudur, ano que o vulcão entrou em erupção e seguir em frente com a viagem apesar de tantas adversidades foi um grande aprendizado e crescimento. Nessa viagem aprendi a ter mais confiança, fé e entusiasmo quando nossa motivação é correta. Foram novos momentos maravilhosos que deixaram marcas especiais na minha mente.

Fernanda Burmeister de Campos Pires

Quando fui a Borobudur pela primeira vez, me lembro de chorar e sentir que encontrava alguém que não encontrava há muito tempo.

Debora Laruccia

Quando voltei da Viagem ao Tibet, durante 1 mês, passei por uma espécie de momento para repensar a vida, o que estamos fazendo com ela? Se é algo significativo e se traz benefício para nós e para os que estão a nossa volta? Foi muito gratificante esta reflexão.

Tatiana Tulha

A experiência marcante para mim foram as duas vezes que fui para Borobudur com meu marido que tem problemas de saúde , e foi nessas viagens que descobri que o verdadeiro e puro amor traz leveza para a nossa vida por mais árdua que seja.

Elisa Akemi Kumasaka Eguchi

Estive acompanhando os Lamas à Borobodur em 2013 e 2015, e não há como descrever a felicidade das práticas matinais na Estupa, o amor e bençãos recebidas, e ainda ver a materialização da generosidade e o amor de Lama Gangchen aos locais.

Beto Danieletto

As experiências em Borobudur foram transformadoras para minha prática de Autocura que pode ser dividida entre AB/DB (antes e depois de Borobudur). Me sinto próximo ou dentro da estupa todas as vezes que faço a prática. As vezes que fui me deixaram com vontade de entender mais profundamente sobre a Stupa. Por vezes já quis organizar grupos de estudo para entender mais detalhadamente todos os detalhes de medidas, relações com as constelações e etc.

Gabriel Barboza

Borobudur foi minha primeira viagem internacional, com companheiras maravilhosas e com a certeza que tudo foi perfeitamente encaminhado. Não tenho palavras para expressar a energia, só desejo que todos os discípulos possam ter essa oportunidade! Conhecer o Tibet era um sonho antigo que achava impossível, tive várias experiências, como a conexão com aquele povo lindo e colorido, que nos recebeu como irmãos, nos dando o que tinham de melhor! Mas ver a dedicação do amado Guru Lama Gangchen com cada um e todos, não é desse mundo. Lama Gangchen no Tibet foi nos abençoando de dentro do carro, quando passou por mim, Ele olhou com aquele carinho único, e perguntou se estava tudo bem… Claro que minha vontade era de pular no pescoço Dele e lá ficar, mas me limitei a olhá-lo com a sensação de estar preenchida com seu amor.

Valéria da Silva Ribeiro

Na minha primeira viagem a Borobudur, em 2013, tive dois insights poderosos: (i) minha prática budista não deveria ser só pra mim, para resolver meus problemas pessoais, mas deveria envolver todos os seres a meu redor, deveria beneficiá-los também; e (ii) se quisesse continuar a me aprofundar no caminho espiritual deveria incorporar o hábito de meditar diariamente, em prol de todos os seres, e a fazer desse hábito um compromisso inabalável comigo mesmo. Para quem nunca foi a Borobudur, importante dizer que lá é um lugar permeado por uma energia realmente única e indescritível, que, se estivermos abertos, naturalmente nos desperta uma série de insights e nos induz a um grande aprofundamento.

Paulo Busse

Minha experiência, foi na ida a Borobudur 2017. Fui com dores por tudo, coluna lombar, joelho; sarei com os cuidados de Lama Gangchen, voltei curada.

Sumaia Andraus

Voltar para Biografias NgalSo

X